Notícias

Encontre uma notícia

até
- Responsabilidade Social

Projeto Pescar no Hospital Moinhos: ensinando da teoria à prática

Jovens aplicam o conhecimento adquirido nas aulas em suas rotinas

“Ela está aprendendo bastante, e está conseguindo pôr em prática para me ajudar. Está sendo maravilhoso para mim.” A frase é de Georgina Cristiane da Silva, proprietária de uma confeitaria no Bairro Humaitá e mãe da aluna do Projeto Pescar Pâmela Alves, de 19 anos. A jovem está aplicando no negócio da família o conhecimento adquirido em aula, o que deixa a mãe muito orgulhosa: “Ela melhorou muito na organização. Antes da pandemia estávamos bem perdidas, meu marido não tinha condições de trabalhar, eu precisava fazer alguma coisa. Comecei nos fundos da minha casa, depois aluguei este espaço”, lembra. Pâmela é aluna do curso de Iniciação Profissional em Serviços Administrativos do Projeto Pescar, do qual o Hospital Moinhos de Vento é um dos parceiros.

Em função da suspensão das atividades presenciais, o conteúdo das aulas está sendo passado de forma online diariamente por uma educadora. Pâmela e outros quatro alunos que fazem parte do projeto no Hospital Moinhos de Vento estão atualmente recebendo ensinamentos sobre autoconhecimento e ansiedade, em função da pandemia. Ela comemora já estar colocando os conhecimentos em prática na confeitaria: “Consigo ajudar a minha mãe com o caixa, o que entra, o que sai. Para mim está sendo maravilhoso participar do Pescar”, conta.

Com uma história de vida de muita luta e superação, o sonho de Georgina é ver a filha formada. Ela conta que Pâmela quer ser pediatra, e considera a participação no projeto dentro do Hospital como um primeiro passo para a conquista: “Essa oportunidade que ela está recebendo é um começo, ela vai estar lá dentro, vai ver melhor o que quer”, projeta.

Sobre o curso

Os participantes do projeto – jovens de 16 a 19 anos que sejam de famílias cuja renda per capita não ultrapasse ½ salário mínimo- recebem conhecimentos sociais e profissionais, com conteúdos como desenvolvimento social e cidadania, autoconhecimento e saúde. Participam também de atividades como menores aprendizes no Hospital, aprendendo conhecimentos técnicos. Essa é a segunda turma do Projeto Pescar apoiada pelo Hospital Moinhos de Vento. Também participam do consórcio para a manutenção dos alunos a Tedesco, a Kley Hertz, a Safe Park e o Ministério Público do Trabalho.

Projeto Pescar

O objetivo da iniciativa é oportunizar a construção de um futuro melhor para jovens de baixa renda por meio da iniciação profissional.

Links relacionados

Downloads relacionados

COMPARTILHAR NOTÍCIA :
< VOLTAR PARA NOTÍCIAS
0