Notícias

Encontre uma notícia

até
- Institucional

Moinhos de Vento disponibiliza canal gratuito para esclarecer dúvidas de profissionais do SUS sobre a COVID-19

O Hospital Moinhos de Vento ativou uma linha telefônica gratuita para prestar apoio a profissionais de saúde que atuam em UTIs de hospitais públicos e filantrópicos brasileiros. O serviço estará disponível durante a pandemia de Coronavírus e foi demandado pelo Ministério da Saúde aos cinco hospitais integrantes do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI-SUS).

O serviço funciona 24h por dia e conta com um médico intensivista ou infectologista e um enfermeiro. Após uma triagem inicial, o profissional do SUS é encaminhado para esclarecer suas dúvidas com o especialista. Além de prestar suporte no manejo clínico de pacientes graves, a iniciativa promove orientações sobre prescrição medicamentosa, entre outros temas, com base nos protocolos estabelecidos pelo Ministério da Saúde. O plantão acontecerá de forma alternada entre os hospitais integrantes do PROADI-SUS.

O coordenador de Saúde Digital do Hospital Moinhos de Vento, Felipe Cabral, explica que o serviço ajuda a qualificar e uniformizar os atendimentos no sistema público de saúde. “Por ser uma doença nova e com poucas evidências científicas sobre o manejo e tratamento, muitos profissionais se sentem inseguros na hora da tomada de decisão à beira leito. Nosso dever é qualificar esse atendimento, de acordo com os protocolos estabelecidos em conjunto pelos hospitais PROADI-SUS e o Ministério da Saúde”, afirma.

 

Ações de combate à COVID-19

Em todo o Brasil, mais de 1.100 hospitais estão cadastrados para utilizar a teleconsultoria. No Rio Grande do Sul, 75 instituições podem entrar em contato com especialistas sempre que houver necessidade. A iniciativa faz parte de uma força-tarefa para combater a pandemia de Coronavírus no âmbito do SUS.

Ao todo, dez projetos executados pelo Hospital Moinhos de Vento por meio do PROADI-SUS tiveram seus escopos ampliados para atender às demandas dos hospitais públicos e filantrópicos brasileiros. Entre as ações estão o desenvolvimento de diretrizes para apoiar o Ministério da Saúde na elaboração de protocolos para materiais que auxiliem profissionais da saúde na tomada de decisão. Também são oferecidos cursos EAD para controle de infecções e segurança do paciente e pesquisas para avaliação do uso de medicamentos para o tratamento da doença, entre outros. Mais detalhes sobre os projetos estão disponíveis no site hospitais.proadi-sus.org.br.

Links relacionados

Downloads relacionados

COMPARTILHAR NOTÍCIA :
< VOLTAR PARA NOTÍCIAS
0