Doenças

Conheça as Cardiopatias Congênitas, doença que acomete mais de mil crianças por ano no Estado

Hoje, dia 12 de junho, é marcado pelo Dia de Conscientização da Cardiopatia Congênita. A data busca informar a sociedade sobre os riscos das malformações congênitas que constituem na principal causa de mortalidade infantil no Rio Grande do Sul. O médico coordenador do Núcleo de Cardiopatias Congênitas, Dr. Renato Kalil, alerta para a cardiopatia.

Em cada mil recém-nascidos, 8 apresentam cardiopatias congênitas. Destes, 50% morrem se não forem operados no primeiro ano de vida. A frequência sobe para 80%, se não tratados até os 5 anos de idade. No Rio Grande do Sul ocorrem cerca de 140 mil nascimentos por ano. Portanto, espera-se que nasçam 1.120 crianças com cardiopatias congênitas por ano no estado.

O diagnóstico é realizado ainda na vida intra-uterina, pelo eco fetal, ou logo após o nascimento. O diagnóstico precoce permite que seja feito o planejamento da intervenção, que pode resultar na cura e recuperação completa da criança para a vida normal.

O Hospital Moinhos de Vento oferece o serviço do Núcleo de Cardiopatias Congênitas. A capacidade do serviço abrange desde o diagnóstico e o tratamento de anormalidades cardíacas e distúrbios do ritmo cardíaco até procedimentos complexos. O atendimento é prestado 24h por dia, de domingo a domingo.

Para mais informações, ligue: (51) 3537-8410, ou acesse:

Fonte: médico coordenador do Núcleo de Cardiopatias Congênitas, Dr. Renato Kalil