Notícias

Encontre uma notícia

até

Tratamento personalizado para diferentes tipos de câncer

Oncologista indiano Siddartha Mukherjee debateu as perspectivas atuais e futuras no tratamento da doença, na 5ª edição do Fronteiras do Pensamento 2018

O câncer compreendido em seu nível celular e molecular, com prevenção adequada, diagnóstico precoce e foco em novos paradigmas individualizados de tratamento. Essa foi a mensagem principal da conferência realizada pelo oncologista indiano Siddhartha Mukherjee na 5ª edição da série Fronteiras do Pensamento, nesta segunda-feira, 3 de setembro. O evento aconteceu no anfiteatro da Reitoria da UFRGS, com patrocínio do Hospital Moinhos de Vento, entre outras instituições.

Siddhartha enfatizou que nenhuma doença na história humana tem a diversidade do câncer. “Sua diversidade é igual à diversidade humana. O espectro de mutações pode ser completamente diferente de um paciente para o outro”, enfatizou.

O ganhador do Prêmio Pulitzer 2011 com o livro O imperador de todos os males, que trata sobre o câncer, e também autor da obra O Gene, a qual aborda a hereditariedade e como a genética influencia em nossas vidas, destacou as quatro grandes causas para o desenvolvimento do câncer – hereditariedade, ambiente, vírus circulantes que provocam mutações e também o acaso. O mapeamento genético, segundo ele, permite reduzir o risco, detectar precocemente e tratar de forma personalizada. Fatores como obesidade e inflamações podem contribuir para o desenvolvimento do câncer.

Para uma plateia lotada de profissionais da área da saúde, pesquisadores, estudantes e comunidade em geral, Siddhartha fez provocações sobre os limites éticos e as perspectivas atuais e futuras na prevenção e tratamento do câncer. Professor na Universidade Columbia, nos Estados Unidos, ele problematizou sobre a “cultura do câncer” vigente nos dias atuais e a consequente necessidade de vigilância constante disseminada entre os pacientes.

Após a palestra, em um debate mediado pelo superintendente médico do Hospital Moinhos de Vento, Dr. Luiz Antônio Nasi, e pelo professor e ex-reitor da UFRGS Carlos Alexandre Netto, o indiano respondeu a perguntas do público.

Dr. Nasi ressaltou que a palestra de Siddhartha transcendeu os temas da medicina e que o câncer tornou-se uma questão de saúde pública em países em desenvolvimento. O conferencista concordou dizendo que a prevenção e o tratamento do câncer são grandes desafios para países como o Brasil e a Índia.

Ao final do debate, Siddhartha comentou sobre as pesquisas envolvendo a dietoterapia que devem nortear seus próximos livros. “Se você combinar o correto tratamento com uma alimentação adequada, haverá mais sucesso nos resultados”, projetou.

A próxima edição do Fronteiras do Pensamento acontecerá no dia 8 de outubro, com o artista plástico, designer e cineasta chinês Ai Weiwei.

 

 

Links relacionados

Downloads relacionados

COMPARTILHAR NOTÍCIA :
< VOLTAR PARA NOTÍCIAS
0