Notícias

Encontre uma notícia

até
- Boletim Médico

Procedimento cardíaco em Renato Portaluppi é realizado com sucesso no Moinhos de Vento

O técnico do Grêmio, Renato Portaluppi, foi submetido a um procedimento cardíaco no Hospital Moinhos de Vento na manhã deste sábado (5). Foram colocados cateteres no coração a partir da virilha, que vão para o átrio onde são feitas cauterizações. A ação foi bem-sucedida, sem qualquer incidência de problemas.

O procedimento, conhecido por ablação, foi necessário em decorrência de um quadro de fibrilação atrial. De acordo com Leandro Zimerman, cardiologista do Hospital Moinhos de Vento, trata-se de uma alteração no ritmo do coração que o faz bater de forma irregular. “Para que o órgão retome à normalidade, utiliza-se esse procedimento. Com ele, é possível deixar o coração no ritmo normal em cerca de 70% dos casos”, destacou.

Zimerman, que é chefe do setor de Eletrofisiologia, área especializada em arritmias, enfatizou que o problema não causa infarto ou morte súbita. “Está relacionado ao aumento da chance de acidente vascular cerebral (derrame), demência mais precoce e aumento de mortalidade”, explicou.

 

Referência em Cardiologia
O superintendente administrativo do Moinhos de Vento, Evandro Moraes, disse que o resultado reforça a qualidade do serviço de Cardiologia do hospital como referência nacional.

Portaluppi já está acordado e conversando, dentro de padrões normais. Como é rotina, o técnico deve passar 24 horas na UTI em observação.

“Ele está muito bem, lúcido, com ritmo cardíaco normal. Tão bem que, enquanto estávamos fazendo exames nas pernas, mexemos a esquerda e ele disse: ‘Essa foi a do gol em Tóquio'”, lembrou o médico do Grêmio, Paulo Rabaldo.

Caso a evolução continue de acordo com o esperado, ele será realocado para o quarto. E, daqui a dois dias, deve receber alta.

Links relacionados

Downloads relacionados

COMPARTILHAR NOTÍCIA :
< VOLTAR PARA NOTÍCIAS
0