Notícias

Encontre uma notícia

até
- Eventos

Ação coletiva realizada no Hospital Moinhos de Vento incentiva a amamentação

Na tarde desta segunda-feira (6), o grupo Aleitamento Materno Exclusivo do Hospital Moinhos de Vento (AME) apresentou dicas e orientações para as mamães. A atividade, gratuita e aberta ao público, convidava a participarem de um “mamaço” coletivo realizado na maternidade da instituição. O evento integra as ações promovidas durante o Agosto Dourado, mês que destaca os benefícios associados ao aleitamento materno.

O mamaço também contou com a participação de pais e mães internados na maternidade da instituição. Adriana Nataline deu à luz a Pedro há dois dias. Ao receber alta nesta segunda-feira, foi para casa com a certeza de que vai amamentar o bebê pelo tempo que for possível. A irmã do bebê, de quatro anos de idade, recebeu a mesma forma de alimentação nos primeiros 12 meses de vida. “É muito amor, carinho e cuidado. É poder passar o melhor que eu tenho para ele”, disse.

O Ministério da Saúde recomenda que a amamentação exclusiva seja realizada até os seis meses. Após esse período, outros alimentos podem ser incluídos na dieta do bebê. “Esse estímulo é o alicerce da boa saúde ao longo da vida para crianças e mães, da gestação até o puerpério”, ressalta Andreia Amorim, enfermeira coordenadora assistencial do Hospital Moinhos de Vento.

Para promover o hábito, a área materno-infantil do Hospital Moinhos de Vento conta com o AME. Integrantes da equipe prestaram orientações e aconselhamento às participantes. A equipe multiprofissional consegue atingir de forma personalizada as nutrizes, respeitando os saberes de todas profissões envolvidas e minimizando as dúvidas. Diversas ações são planejadas e realizadas, além de reuniões para discutir estratégias que incentivem as pacientes a amamentar.

Shala Martins é mãe de Catarina, de três meses, e entende que o bebê está mais seguro com o leite materno, que contribui com os anticorpos. “Até hoje, ela só teve uma semana de coriza. Sinto que o leite materno é uma proteção, um alimento completo. Curtimos muito este momento importante e quero manter isso até quando ela quiser”, destacou.

Reforçando a campanha mundial “Amamentação: a base a vida” e o cuidado centrado no paciente, também foi realizado, no dia 1°, um workshop que contou com palestra e a participação de mães que compartilharam experiências e relatos.

Links relacionados

Downloads relacionados

COMPARTILHAR NOTÍCIA :
< VOLTAR PARA NOTÍCIAS
0