Exames e Procedimentos

Encontre um exame

Cardiologia

ECOCARDIOGRAMA TRANSESOFÁGICO

O Ecocardiograma Transesofágico é realizado para complementar o resultado do Ecocardiograma Bidimensional com Doppler a Cores. Ambos os exames possibilitam ao seu médico “ver” o interior do coração, como se ele fosse cortado ao meio na horizontal, vertical ou em qualquer ângulo transversal, porém, no primeiro, a nitidez das imagens é maior, o que permite detectar com melhor precisão pequenas alterações anatômicas ou funcionais.

• Por que fazer um Ecocardiograma Transesofágico?
O Ecocardiograma Transesofágico tem sido utilizado para detectar trombos (coágulos) intracardíacos em pacientes que sofreram Acidente Vascular Cerebral. Permite melhor avaliação das válvulas e próteses valvares na busca de alterações anatômicas (vegetações ou calcificações) e funcionais, como insuficiência ou estenose (estreitamento). As alterações da aorta também são outra indicação desse exame, que permite detectar com segurança a presença de ruptura ou placas de ateroma.

• Como é feito o Ecocardiograma Transesofágico?
Chegando ao Centro de Cardiologia, você se dirige à recepção, onde são anotados os seus dados. Você é conduzido até o vestiário, onde tira a parte de cima de sua roupa e coloca uma bata especial. Já na sala de exames, as técnicas-atendentes vão prepará-lo: você é deitado sobre o lado esquerdo do corpo, no seu braço e tornozelo direitos, e são fixadas presilhas para registro eletrocardiográfico durante o exame. As técnicas também puncionam uma veia no antebraço direito, por onde vão ser ministradas as medicações (sedativos, etc.).
Além dos preparativos para o Eletrocardiograma Transesofágico, as técnicas vão prepará-lo para ser monitorado durante toda a realização do exame, prevenção necessária para garantir maior segurança ao paciente. Serão monitorados seus batimentos cardíacos, eletrocardiograma, pressão arterial, freqüência respiratória e o nível de oxigênio no sangue (oximetria). Após a preparação, é feito um Ecocardiograma normal, que possibilitará ao cardiologista uma primeira visão do seu coração e tomar as medidas do órgão.

A próxima etapa é o Ecocardiograma Transesofágico: após aplicação de anestésico local, sob efeito sedativo, o transdutor é introduzido no esôfago e operado pelo cardiologista, através do computador. As imagens do seu coração – cavidades, válvulas, artérias, veias e os fluxos intracavitários – aparecem na tela com nitidez e são registradas. O aparelho também permite que detalhes do seu coração sejam ampliados. Seu exame ainda é gravado em vídeo para, se necessário, ser posteriormente reavaliado ou comparado com outros exames. De acordo com a necessidade, também é feito contraste: uma solução de soro fisiológico é aplicada na veia e possibilita analisar a trajetória da corrente sanguínea no seu coração para detectar a presença de curto-circuito intracardíaco (comunicação entre cavidades).

Após a realização do exame e retirada do transdutor, você fica em recuperação por alguns minutos, enquanto seu laudo é feito. Na maioria dos casos, você já sai do Centro de Cardiologia com o resultado do exame e não precisa retornar ao laboratório.

AGENDAMENTO DE EXAMES

0